Credibilidade, Tradição e Profissionalismo
Há mais de 15 anos contribuindo para a realização de eventos nacionais e internacionais

Graduou-se emeconomia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e, em seguida, completou seu mestrado, também pela PUC-Rio, com tese defendida em 1982, primeira colocada em 1983 no Prêmio BNDES de Economia para teses de mestrado.

Esta tese foi seu primeiro livro publicado, com o título "Reforma monetária e instabilidade durante a transição republicana". Em sequência, doutorou-se na Universidade de Harvard, onde estudou a hiper inflação sofrida nos anos vinte pela Alemanha, Polônia, Áustria e Hungria. Esta tese venceu o Prêmio Haralambos Simionides, para a melhor tese ou livro de economia, prêmio concedido pela ANPEC, Associação Nacional de Centros de Pós Graduação em Economia.

Em seguida, retornando ao Brasil, para o Departamento de Economia da PUC do Rio de Janeiro, foi professor, pesquisador e consultor em assuntos de economia, durante 1986-1993, especializando-se em inflação, estabilização, história econômica e economia internacional, áreas em que publicou extensamente.

Nesta época publicou, além de inúmeros artigos em revistas acadêmicas, três livros: Foreign direct investment and industrial restructuring: issues and trends (co-autor Winston Fritsch) Development Centre Studies, OECD Development Centre, OECD, Paris, 1991. Publicado simultaneamente, e na mesma série, em francês com o título L'Investissement étranger Direct au Brésil: son incidence sur la restructuration industrialle. A Década Republicana: o Brasil e a economia internacional - 1888/1900 Publicado pelo IPEA-INPES pela série PNPE nº 24. Rio de Janeiro, 1991; e Cursos de Economia: catálogo de listas de leitura de cursos oferecidos em centros membros da ANPEC Publicado pela ANPEC, Setembro de 1992. (este como editor e organizador).

Em seguida, durante 1993-1999, foi secretário de política econômica adjunto do Ministério da Fazenda, diretor de Assuntos Internacionais e presidente do Banco Central do Brasil. Nesta época venceu prêmios como "Economista do Ano 1997", prêmio concedido pela Ordem dos Economistas de São Paulo, através de eleição pelos membros da Ordem, e "Central Banker of the year, 1998", prêmio concedido pela revista Euromoney, setembro de 1998.

Teve participação central na formulação, operacionalização e administração do Plano Real.

A partir de sua experiência de governo publicou dois livros: O Plano Real e Outros Ensaios, Editora Francisco Alves, Rio de Janeiro, 1995; e O Desafio Brasileiro: ensaios sobre desenvolvimento, globalização e moeda, São Paulo: Editora 34, 1999. Sobre o Plano Real e sua contribuição veja-se Guilherme Fiúza "3000 dias no bunker, um plano na cabeça e um país na mão", pela Editora Record, 2006 e "Plano Real: A Real história do Real: uma radiografia da moeda que mudou o Brasil" de Maria Clara R. M. do Prado, Rio de Janeiro: Editora Record.

Após ano sabático na universidade (1999), fundou a Rio Bravo Investimentos (2000), empresa de serviços financeiros, fusões, aquisições, investimentos e securitizações. Participou e participa de diversos conselhos de administração, consultivos e de eventos corporativos como palestrante. Em paralelo, mantém alguma atividade acadêmica (aulas e pesquisas) e escreve para jornais e revistas (O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil, Veja, Época).

Desde 1999 publicou outros três livros: "O papel e a baixa do câmbio", "Crônicas da convergência" (2006) e "A economia em Pessoa" (Novembro de 2006)

Formulário de contato